Os cinco conselhos da Pirelli para conservar os pneus

Os cinco conselhos da Pirelli para conservar os pneus

A inatividade derivada da quarentena manteve a grande maioria dos veículos parados por um longo período de tempo. Por esse motivo, e perante um eventual levantamento das medidas de confinamento, a Pirelli recomenda a verificação dos pneus.

Algumas destas verificações podem ser realizadas pelos próprios condutores. Outras requerem uma visita a uma oficina especializada. A Pirelli, que dispões de uma extensa rede de oficinas de revendedores, que oferecem este serviço em Portugal, recomenda as seguintes verificações simples:

• Verificação dos pneus a olho nu – procure possíveis protuberâncias ou deformações derivadas da longa paragem. Deve, também, verificar a presença de danos, cortes ou abrasões. Assegure-se de que as válvulas estão em bom estado e verifique elas têm a tampa correspondente.

• Verificar a pressão dos pneus, incluindo o sobressalente – de preferência numa uma oficina equipada com equipamentos específicos. Desta forma, estará a garantir um bom nível de segurança e desempenho, além de economizar combustível, com os padrões de resistência ao rolamento aconselhados pelo fabricante.

• Verifique se o desgaste da banda de rodagem respeita o mínimo legal de 1,6 mm – esta verificação pode ser realizada por qualquer pessoa que utilize as marcas localizadas nos pneus.

Consistem em pequenos elásticos localizados dentro dos canais longitudinais do pneu e marcam o ponto em que a profundidade do piso atinge 1,6 mm. Cada pneu dispõe de seis pontos de controlo facilmente identificados pelas iniciais TWI (Tread Wear Indicator), gravadas no extremo do flanco.

• Vibrações – são transmitidas pelo volante durante a marcha do veículo e costumam ser uma consequência direta de uma paragem prolongada detes. Se não desaparecerem depois de alguns quilómetros, deverá visitar uma oficina especializada o quanto antes.

• Troca sazonal de pneus – com o confinamento, é possível que algum condutor tenha sido apanhado de surpresa e, por isso mesmo, não tenha efetuado a troca dos pneus de inverno. Assim que a atividade for retomada, deve proceder à troca sazonal e equipar o veículo com pneus de verão.

Se não for possível, poderá continuar a fazer uso dos pneus de inverno, desde que o código de velocidade seja o mesmo dos pneus de verão. Se, por outro lado, for inferior, é recomendável substituí-los antes do dia 15 de maio.

Notícias da mesma categoria

Avatar

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com