Os Pirelli Stella Bianca regressaram à Fórmula 1

08 - Os-Pirelli-Stella

‘Stella Bianca’ significa estrela branca. Contudo, no mundo dos pneus trata-se de um sinónimo da Pirelli e, em particular, da idade de ouro dos desportos motorizados. Em 1950, Giuseppe Farina venceu em Silverstone, ao volante de um Alfa Romeo equipado com pneus Pirelli Stella Bianca, o primeiro Grande Prémio de Fórmula 1 da história. Aniversário comemorado no passado fim de semana, no mesmo palco, naquele que foi o Grande Prémio que assinalou 70 anos de F1.

Estes pneus eram facilmente identificados graças a uma pequena estrela branca no flanco, um selo identificativo que seria transportado para as opções de produção com a mesma denominação comercial.

As parcerias da Pirelli com a Alfa Romeo ou a com a Maserati eram os adversários a bater nos primeiros campeonatos mundiais de Fórmula 1, que teve os seus primeiros passo marcados por um indiscutível toque italiano. Nos dias de hoje, a Alfa Romeo e a Pirelli formam a única combinação que resistiu ao passar do tempo.

Nos atuais monolugares da Fórmula 1, a marca P Zero distingue os slicks (pneus para seco) dos Cinturato, pneus reservados para utilização com a presença de chuva.

Passados 70 anos após a celebração da primeira corrida de F1 em Silverstone, os Stella Bianca regressaram ao epicentro do automobilismo britânico. Desde então, muito tempo se passou, mas o que não mudou é o vínculo, que desde sempre esteve associado a todos os produtos Pirelli, dos modelos de competição com os seus homólogos de estrada.

Todavia, além da memória de Silverstone, a marca Stella Bianca tem, ainda hoje, presença e destaque na estrada. Há dois anos, foi lançada uma versão de rua deste modelo, integrada na linha de pneus vintage Pirelli Collezione, que une tecnologias modernas a um visual clássico. Esta família de pneus, que não para de crescer, equipa uma grande variedade de automóveis históricos, desde lendas do pós-guerra até variantes mais modernas produzidas nos anos 90.

Os Pirelli Collezione oferecem aos amantes dos clássicos uma opção para desfrutar dosseus carros da mesma forma que os proprietários originais. A produção destes pneus éfeita de forma limitada, assim como os pneus de competição e, de facto, a linha atual Stella Bianca é produzida na mesma fábrica que se encarga das mais recentes criações da Pirelli Motorsport.

No entanto, o que realmente diferencia os Stella Bianca é o seu tipo de construção diagonal, uma opção que foi esquecida há décadas para os pneus de carro a favor de uma solução radial. Antes do final deste ano, será revelada uma expansão da linha com novas medidas, aproximando a marca Stella Bianca a um maior número de entusiastas de carros históricos.

No seu regresso a Silverstone, no passado fim de semana, os 20 protagonistas do Mundial de F1 não equiparam pneus Stella Bianca nos seus monolugares, como aconteceu nos anos 50. Mas a presença destes icónicos pneus no ambiente do Grande Prémio ajudou a apreciar a riqueza histórica que fez deste desporto um dos mais seguidos no planeta, e com a Pirelli como protagonista principal, tal como nos seus primórdios.

Notícias da mesma categoria

João Vieira

Do mesmo Autor: João Vieira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com