“Cumprindo as regras conseguiremos combater esta pandemia”, Rafael Louzán, Tiremaster

“Cumprindo as regras conseguiremos combater esta pandemia”, Rafael Louzán, Tiremaster

A Tiremaster está a enfrentar esta pandemia de forma prudente e atenta a todas as recomendações da DGS. A nível de pesados e mantendo a responsabilidade social que caracteriza a Tiremaster não deixa de dar prioridade ao atendimento das frotas que abastecem os bens de primeira necessidade.

Nesta área de negócio não se notou um decréscimo muito evidente devido aos serviços que presta. A nível de ligeiros a assistência que está a ser feita privilegia o atendimento aos grupos considerados prioritários que estão na linha da frente no combate a esta pandemia.

Como estão a apoiar os vossos clientes neste momento difícil que o mercado está a viver?
Em 1º lugar continuamos de portas abertas para receber os nossos clientes e continuamos a oferecer a recolha e entrega na casa do cliente da viatura.

Mantemos a manutenção dos parques dos nossos clientes e o nosso serviço de assistência móvel 365 dias.

Que boas práticas estão a ser implementadas pela Tiremaster para conseguir manter a atividade em segurança?
Desde logo adotamos todas as recomendações da DGS, distribuindo a todos os colaboradores EPI (mascaras) + desinfetante. Delimitamos também a circulação dos clientes nas nossas instalações com distanciamento social devidamente assinalado.

É possível contabilizar já os prejuízos causados pela Covid-19?
Com uma queda superior a 50% na atividade, a queda de faturação é também muito mais importante.

Para quando antevê a retoma do setor? E de que forma?
Com o levantamento do estado de emergência cremos que o nosso sector de atividade terá uma retoma mais rápida que os outros sectores. O automóvel particular continuará a ser o veículo de eleição para as deslocações do dia-a-dia em detrimento dos transportes públicos.

Na sua opinião, o que vai acontecer ao setor dos pneus em Portugal pós Covid-19?
Não prevemos grandes mudanças ou alterações. Poderá haver um decréscimo mas nada de significativo. A nível interpessoal com o distanciamento social será a única alteração que prevemos que seja significativa.

 Que mensagem deseja transmitir ao setor para o futuro?
Que todos juntos e cumprindo as regras conseguiremos combater esta pandemia.

Notícias da mesma categoria

João Vieira

Do mesmo Autor: João Vieira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com