Veículos elétricos precisam de pneus especiais

Veículos elétricos precisam de pneus especiais

Os veículos elétricos e híbridos são mais pesados que os veículos convencionais, adicionalmente o binário instantâneo produzido é superior quando inicia marcha, e devem gerar um baixo ruído pneu/estrada.

Claro que há caraterísticas que tradicionalmente esperamos dos pneus: segurança em piso seco ou molhado, precisão da direção, curtas distâncias de travagem, prevenção de aquaplanagem, máxima quilometragem e particularmente relevante para os veículos elétricos, baixa resistência ao rolamento. A I&D da Continental estive à altura do desafio e desenvolveram pneus especificamente para ligeiros de passageiros elétricos, autocarros urbanos elétricos e camiões.

O peso superior destes veículos deve-se sobretudo às suas baterias, que são mais pesadas que um depósito cheio de combustível de um motor de combustão interna. Os híbridos estão equipados com um motor elétrico, um depósito de combustível e pesadas baterias. O peso adicional é compensado pelo aumento da capacidade de carga do pneu. Tal como indicado na maioria destes pneus, através do símbolo XL na parede lateral. “Isto também é evidenciado pelo índice de carga mais elevado dos pneus” afirma Andreas Schlenke, um engenheiro de desenvolvimento de pneus da Continental. “Existem atualmente diversos movimentos dentro da indústria para padronizar os pneus com capacidades de carga extra ainda mais elevada, que provavelmente ostentariam um símbolo “XL+”. Manter o nível de desgaste causado pelo binários instantâneo a baixas velocidades exige modificações tanto na escultura do piso como no composto do piso do pneu.

A muito baixa resistência ao rolamento é alcançada através de uma mistura de compostos no piso do pneu, do escultura do piso e da construção do pneu. Todas estas características precisam de ser cuidadosamente balanceadas de forma a garantir que estes pneus mantêm os elevados níveis de segurança. Da forma como um veículo elétrico é tão mais silencioso que um modelo com motor a combustão, restringir o ruído pneu/piso ao mínimo é essencial. Este objetivo pode ser alcançado adicionando uma espécie de espuma no interior do pneu, a que a Continental chama tecnologia ContiSilent.

À primeira vista, estes produtos especiais parecem perfeitamente normais. O escultura do piso, o design da parede lateral, bem como a informação na parede lateral são em tudo semelhantes a um modelo convencional. E tal como a maioria destes pneus para veículos elétricos e híbridos para equipamento de origem, à informação legal exigível na parede lateral é acrescentado um código de equipamento de origem. A Continental fabrica também pneus para autocarros urbanos elétricos, tais como o Conti Urban HA3. Entretanto, em 2018, no Frankfurt Motor Show, a empresa apresentou um protótipo de pneu para camiões elétricos, com uma escultura de piso e uma parede lateral com um design aerodinâmico especialmente desenvolvido e em linha com o conceito “tall-and-narrow”, em que os pneus com um diâmetro maior ajudam a manter a resistência ao rolamento mais baixa.

O primeiro pneu Continental para veículos elétricos, o Conti.eContact, foi apresentado em 2012. Este modelo está atualmente aprovado para o Smart EQ Forfour. Outros modelos foram entretanto desenvolvidos para cumprir os requisitos dos veículos elétricos e híbridos, incluindo o EcoContact 6 com a sua baixa resistência ao rolamento e desempenho seguro – uma escolha popular para equipamento de origem para modelos elétricos e híbridos. O portfolio da Continental inclui ainda o pneu de ultra desempenho o SportContact 6 – um pneu energicamente eficiente para carros elétricos desportivos tais como o Tesla Model S. Em resumo, a Continental produz atualmente mais de 100 modelos de pneus adequados para veículos elétricos e híbridos.

Notícias da mesma categoria

João Vieira

Do mesmo Autor: João Vieira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com