Pirelli de regresso ao WRC

01 - Pirelli-de-regresso-ao-WRC

O Rali de Monte Carlo, prova inaugural do Campeonato Mundial de 2021, marca o regresso da Pirelli ao Campeonato Mundial de Ralis da FIA (WRC) como fornecedor exclusivo da classe rainha, pela primeira vez desde 2010.

Este ano, o evento comemora o seu 110º aniversário sem abrir mão das suas características principais, algo que faz desta prova uma das mais exigentes do calendário, devido às mudanças climáticas e às condições do asfalto das estradas dos Alpes franceses.

P Zero RA: é a proposta para o asfalto por parte da Pirelli, tendo sido projetado para estradas com piso seco ou molhado. É fornecido com compostos super macios, mais adequados para as condições frias de Monte Carlo, e macios, sendo uma escolha comum para provas de asfalto, algo que veremos ao longo da temporada.

Sottozero STZ-B: pneu de inverno projetado especificamente para as condições mistas de Monte Carlo. Será oferecido em duas especificações: com e sem pregos.

Terenzio Testoni, responsável pelas atividades de Rali da Pirelli: “Estamos a entrar numa nova era do WRC com pneus novos, todos herdeiros dos nossos sucessos anteriores no mundo do rali e do vasto know-how acumulado. Monte Carlo é o teste mais exigente a nível de pneus de todo o campeonato, o que obrigará a refinar a escolha de pneus para loops completos e não para especiais específicas. Este ano, este capítulo torna-se ainda mais complexo devido às restrições derivadas da Covid-19, que podem tornar o ‘Monte’ deste ano no mais imprevisível de todos os tempos.”

O RALI DE MONTE CARLO EM NÚMEROS
A Pirelli vai transportar 3.200 pneus para o rali de Monte Carlo, 800 dos quais destinados aos veículos da categoria principal do WRC.Cada uma das 10 tripulações WRC terá à sua disposição 80 pneus, dos quais poderão utilizar até um máximo de 34, durante o rali:

-24 P Zero RA Super Macios

-20 P Zero RA Macios

-24 Sottozero STZ-B com pregos

-12 Sottozero STZ-B sem pregos

A Pirelli vai ainda fornecer pneus para mais 35 carros inscritos, incluindo os participantes nas categorias WRC 2 e WRC 3, ambas fornecidas exclusivamente pela empresa P lunga. A Pirelli terá uma equipa de 27 trabalhadores destacados para o evento, entre montadores e engenheiros.

O NÚMERO DESTACADO
258 km. As modificações efetuadas vão fazer deste Monte Carlo o mais curto de todos os tempos. Ao mesmo tempo, promete também ser um evento de grande intensidade.

A IMPORTÂNCIA DAS ESTRATÉGIAS DE PNEUS
A combinação de áreas com asfalto seco, gelo e neve numa só especial torna impossível equipar o pneu perfeito. Por esse motivo, é essencial que as tripulações encontrem a borracha adequada, uma decisão que se baseia nos dados coletados pelos ouvreurs, meteorologistas e engenheiros da Pirelli.

ACORDAR CEDO!
O toque de recolher francês, consequência das restrições vinculadas à prevenção da Covid-19, obrigará a adiantar a programação. Por este motivo, as especiais noturnas serão realizadas no início da manhã, antes do amanhecer. Um dos troços a destacar neste capítulo é o que liga Bréole a Selonnet, agendado para as 6h30 da manhã de sábado, e que se repetirá mais tarde, ao meio-dia. Será ao longo deste troço que será alcançado o ponto mais alto do rali, localizado a 1.325 metros acima do nível do mar.

CITAÇÃO HISTÓRICA
Juha Kankkunen: “Não existe o pneu perfeito para Monte Carlo. Apenas a escolha menos má”.

 LEGADO DA PIRELLI EM MONTE CARLO
Nos anos oitenta, a Lancia descobriu uma solução para acabar com as dores de cabeça associadas à escolha dos pneus em Monte Carlo. Na edição de 1983, a equipa ergueu pit stops ao estilo da Fórmula 1 ao longo das especiais, trocando os pneus macios traseiros por uns com pregos, ambos desenvolvidos especificamente pela Pirelli para o espetacular 037.

Notícias da mesma categoria

João Vieira

Do mesmo Autor: João Vieira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com