Valorpneu inicia programa NEXTLAP

04 - Valorpneu-inicia-programa-NEXTLAP

Durante nove meses, inovadores e parceiros da indústria caminham lado a lado numa “viagem” com destino a um objetivo comum.

A este percurso, a Valorpneu, o reciclador multinacional Genan e a consultora de inovação Beta-i deram-lhe o nome de NEXTLAP, um programa de inovação para o desenvolvimento de novas aplicações para os materiais resultantes do processo de reciclagem dos pneus em fim de vida (ELT) – granulados e pós de borracha, têxteis e aço – para que estes possam voltar a ser integrados na economia como matéria prima para a produção de novos produtos.

Depois de lançado o desafio a empresas e ‘startups’ portuguesas e internacionais, pessoas individuais e universidades, vários foram os “inovadores” que mostraram interesse no projeto e se inscreveram, nomeadamente, Aloft Lda., Arduro Sustainable Rubber Inc., Citeve, Critical Polymers, Greenrail, Hanger, Pavnext, Rubber Link, Ruconbar, Saferup, Space Blue Limited, Tintex, Van Dyck e Veso Green Composites.

Este projeto de economia circular, que teve início em setembro do ano passado, é constituído por vários momentos chave: a fase de seleção dos projetos; o encontro entre parceiros do projeto e parceiros do setor industrial (Innovation Day); as reuniões de trabalho entre os “inovadores” e os parceiros da indústria, onde são definidas as variáveis importantes para desenvolver os projetos piloto (Bootcamp); e, por fim, durante o mês de maio, a apresentação dos pilotos e definição das próximas etapas para lançamento no mercado (Demoday).

Neste momento estão em “cima da mesa” 10 soluções para a utilização de têxtil e borracha nas áreas de Moda e Desporto e Segurança Rodoviária.Os parceiros da indústria que participam no programa – a Decathlon Portugal, Extruplás, Procalçado, Opway, IP-Infraestruturas de Portugal, Mobinov e Pragosa – estão a trabalhar em conjunto com os 10 “inovadores” que apresentaram soluções no Bootcamp no desenvolvimento de projetos piloto para dar um novo uso aos materiais derivados de pneus em fim de vida e reintegrá-los na economia.

No próximo mês de maio serão apresentados os projetos que têm viabilidade para vingar, num trabalho conjunto entre “inovadores” e parceiros da indústria.
Neste momento ainda não são conhecidas as equipas “inovador-parceiro piloto”, mas sabe-se que em muitos dos casos não existe uma parceria “one-to-one”, mas sim o envolvimento de vários parceiros em diversas soluções. Aliás, esta é a forma ideal de produzir soluções e produtos num ciclo fechado, entre todos os intervenientes do programa NEXTLAP.

Notícias da mesma categoria

Redação RP

Do mesmo Autor: Redação RP

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com