Revista dos Pneus de junho já disponível online

06 - not capa rp67

Na edição de junho 2022 da Revista dos Pneus, o destaque vai para o Salão The Tire Cologne. Após três anos sem a realização de qualquer evento presencial, a indústria dos pneus necessitava urgentemente voltar a juntar os players do setor num certame com a dimensão do The Tire Cologne. O salão revelou-se um grande êxito e ofereceu uma visão abrangente da indústria internacional de pneus

Alves Bandeira Tyres lançou a sua nova marca própria MatraX Tyres. A marca entra na indústria de pneus com uma visão única e diferenciadora, assumindo-se desde o seu primeiro dia como uma marca jovem, inovadora e comprometida com a sustentabilidade do nosso planeta, que pretende oferecer uma solução global para todo o tipo de veículos, em especial, desportivos, PCR, SUV, 4X4 e UHP.

A nova equilibradora CEMB 2-hit vem revolucionar o processo de equilibrar as rodas. Graças ao auxílio do Laser Spotter e de uma linha laser, permite a entrada de dimensões operando diretamente na roda e tornando o processo de equilibragem cada vez mais fácil de usar.

A Oryzasil Sílicas Naturais S.A., localizada na cidade de Itaqui no Sul do Brasil, foca-se na sustentabilidade, utilizando cascas de arroz como matéria-prima, produzindo energia e insumos químicos, para aplicação no mercado de pneus.

A Norauto iniciou o ano com a abertura de dois novos centros, em Carcavelos e Figueira da Foz, seguindo a sua política de expansão e reforço da marca. Atualmente conta com 29 centros auto em Portugal, 600 colaboradores e o plano de crescimento para os próximos anos passa não apenas por novas aberturas, mas também com o reforço da digitalização omnicanal.

A Nex Tyres Portugal abriu uma nova plataforma logística no Pinhal Novo, distrito de Setúbal, totalmente dedicada aos segmentos de pneus pesados, agricultura e industrial. Com este novo armazém triplica a área de stock de pneus nestes segmentos e reforça a sua presença num mercado cada vez mais competitivo e exigente.

A marca Vulco tem já mais de 25 anos em Espanha e 15 em Portugal, sendo por isso necessário atualizar a imagem das oficinas, e que esta esteja enfocada aos desafios do futuro e às necessidades do cliente final. Em entrevista à Revista dos Pneus, Margarita Acuñas, Vulco Retail Director Iberia, explica os objetivos da mudança de imagem da rede Vulco, que conta com 300 membros em Portugal e Espanha.

A MEGAMundi é uma das redes de oficinas de pneus mais antigas de Portugal e celebra este ano as bodas de prata. É a representante nacional da maior rede independente de concessionários de pneus e de manutenção automóvel no mundo, a Point S, e está atualmente no processo de mudar a imagem de todas as oficinas, acompanhando as diretivas globais da insígnia. Jorge Correia, diretor financeiro da MEGAMundi, contou-nos como tem sido esta viagem que começou em 1997.

Fundada há 25 anos, corria o ano de 1997, a MEGAMundi resultou da visão de um grupo de empresários do ramo dos pneus que se associaram com “um espírito aberto às constantes mudanças dos mercados”, explica Jorge Correia. Para muitos era uma empresa “que não teria grande longevidade”, mas o tempo provou o contrário. Com “altos e baixos”, conta, comemora este ano o primeiro quarto de século de uma história que, em 2013, se cruzou com a Point S. Hoje, integram a MEGAMundi 32 acionistas distribuídos de Norte a Sul de Portugal continental e também na ilha da Madeira, com mais de 30 centros de serviço a nível nacional.

Com o país a sair gradualmente do confinamento e das restrições impostas pela pandemia, agora é o momento de avançar com um bom plano de marketing. É um desafio para a maioria das pessoas. Mas qual deve ser a mensagem e como a deve transmitir?

Para Armindo Filho, gerente da Auto Mecânica Paulista, os pneus Falken são muito fáceis de vender, pois os clientes reconhecem bem as suas caraterísticas de segurança, conforto e durabilidade, assim como uma relação preço/qualidade imbatível.

A Confederação Espanhola de Oficinas de Reparação Automóvel e Indústrias Afins (CETRAA) analisou o estado dos pneus dos veículos que chegam às oficinas dos seus membros. O estudo revela que os veículos com mais de 10 anos apresentam pneus muito gastos

Ninguém gosta de pensar em problemas com os pneus. Mas, se não antecipar o que pode correr mal, está praticamente a garantir que algo correrá mal. E isso pode causar problemas graves de segurança. A conclusão é: Se conduzir um automóvel, tem de pensar nos pneus.

Ao longo dos anos, a tecnologia de alinhamento foi experienciando alguns avanços surpreendentes e inovadores. Desde cordões e bolhas até lasers, e sistemas de câmaras óticas, os alinhamentos têm-se tornado mais fáceis e rápidos de se realizar.