Continental atualiza gama de pneus Conti EcoPlus

07 - Continental-atualiza

Menor resistência ao rolamento, maior eficiência de combustível: a Continental está a oferecer aos operadores de frotas um pneu otimizado para veículos comerciais, graças às últimas atualizações na sua gama de pneus Conti EcoPlus, o Conti EcoPlus HS3+

Os pneus de transporte de longa distância têm uma boa pontuação com uma redução ainda mais significativa da resistência ao rolamento, graças à cortesia de um composto inovador de borracha. Os pneus premium ajudam a reduzir os custos da frota e as emissões de CO2, sem comprometer a quilometragem e a durabilidade. Com este objetivo, os engenheiros de pneus da Continental concentraram-se tanto no novo composto, que é otimizado para o transporte de longa distância, como num processo de fabrico melhorado que concilia a resistência ao rolamento e a quilometragem. O Conti EcoPlus HS3+ e o Conti EcoPlus HD3+ para os eixos de direção e de tração estão disponíveis desde julho no tamanho 315/70. Outras dimensões serão acrescentadas a partir de outubro. O pneu Conti EcoPlus HT3+ para o eixo de reboque será introduzido no próximo ano.

Conti EcoPlus HS3+ e Conti EcoPlus HD3+: Artistas robustos em utilização a longa distância
O Conti EcoPlus HS3+ – pneu de eixo direcional para transporte de longa distância – reduziu, uma vez mais, a resistência ao rolamento em relação ao seu modelo predecessor até 7%. Isto foi conseguido utilizando um composto inovador de banda de rodagem e parede lateral e a um composto de base otimizado. Esta combinação também assegura uma excelente eficiência de combustível. “Com a atualização da linha de produtos melhoramos ainda mais a durabilidade, robustez e quilometragem desta linha de pneus”, explica Hinnerk Kaiser, chefe do desenvolvimento de pneus na Continental.

O Conti EcoPlus HD3+ para o eixo motor impressiona com uma redução na resistência ao rolamento até 12% sobre o seu predecessor. Uma banda de rodagem e um composto inovador de paredes laterais também desempenham um papel nesta melhoria notória. Além disso, uma tecnologia especial reduz a deformação no flanco e área do talão do pneu e reduz ainda mais a resistência ao rolamento.

A baixa resistência ao rolamento reduz o impacto ambiental
Os veículos comerciais, que utilizam menos combustível, são positivos para o orçamento da frota, bem como para o ambiente. A resistência ao rolamento de um pneu pode afetar o consumo de combustível até 30%, tornando-o uma alavanca crucial para quem desenvolve os novos pneus. A resistência ao rolamento é um dos parâmetros utilizados pela ferramenta de simulação VECTO para calcular a eficiência de combustível de um camião.

A VECTO e o Regulamento de Emissões da UE continuam a ser aspetos importantes para a indústria do transporte. O setor foi incumbido da tarefa de reduzir significativamente as suas emissões de CO2 até 2030. Como forma de aumentar a transparência no processo de escolha de pneus, a Continental está a oferecer um calculador de consumo de CO2 e de combustível baseado na ferramenta de simulação VECTO.

Isto permite aos operadores de frotas calcular o grau em que podem reduzir as emissões e o consumo de combustível, escolhendo os pneus Continental corretos. A interação entre a missão do pneu, estrutura, nível de pressão e a resistência ao rolamento fazem uma diferença decisiva para quanto combustível uma frota consome e quanto pode ser poupado.