Insourcing ou Outsourcing, qual a melhor solução?

07 - Insourcing-Outsourcing

Existem diversas opiniões relativamente à melhor maneira de fazer a gestão dos pneus de uma frota de camiões: Insourcing, que é a estratégia da empresa manter todos os serviços internamente, sem a contratação de fornecedores para terceirizar serviços; ou outsourcing, que se baseia na contratação de uma entidade exterior para realizar atividades que a empresa não tem conhecimento ou infraestrutura para executar, mas cujos serviços são necessários e essenciais ao seu funcionamento.

Um dos principais motivos que leva uma organização a adotar pelo outsourcing é a redução de custos e o seu controle, que são uma prioridade para a maioria das organizações

Para a Bridgestone, as duas alternativas são válidas. No entanto, se a frota optar por fazer a sua própria gestão de pneus, estará a desviar recursos e a sua atenção do foco principal do seu negócio, os seus clientes. O ideal será cada empresa fazer aquilo que melhor sabe e deixar a gestão dos pneus para os profissionais. A Bridgestone e os seus Parceiros – os seus Agentes – estarão sempre prontos e disponíveis para colaborar com as transportadoras, tudo fazendo para minimizar os custos com pneus e os tempos de paragem.

A Continental considera que, com a crescente digitalização do negócio e dos produtos que comercializa, a gestão autónoma dos pneus de uma frota será cada vez mais limitadora de todo o seu potencial de rentabilidade e eficiência. O produto pneu incorpora cada vez mais tecnologias de comunicação e tendencialmente será ainda mais “inteligente” no futuro. A questão fulcral é que ele comunicará apenas com as infraestruturas instaladas pelos seus fabricantes, que estão naturalmente disponíveis junto da sua rede de parceiros de negócio, os quais podem potenciar e maximizar a sua rentabilização. A ligação das frotas com os parceiros de serviço de cada marca será sem dúvida uma tendência futura, deixando para trás a utilização do pneu como uma “commodity” negociável de forma independente.

A Michelin, relativamente à externalização da gestão de pneus de frota, considera que todas as soluções são válidas, desde que a empresa possa dedicar os recursos necessários para uma gestão correta, em termos de pessoal, atualização técnica e sistemas de informação conectados. Em qualquer caso, é altamente recomendado e necessário contar com o apoio e aconselhamento de profissionais de pneus, tanto do fabricante como de distribuidores especializados em produtos industriais.

Para a Yokohama, ambas as soluções são possíveis, embora reconheça vantagens no outsourcing e dá o exemplo dos fabricantes de pneus que fazem acordos diretos com as frotas, para o fornecimento de pneus, utilizando as redes próprias e oferecendo um serviço global de manutenção e substituição, transformando custos variáveis em custos fixos, no caso dos contratos ao quilómetro.

A AB Tyres considera que, em termos económicos a melhor solução para as transportadoras é fazerem diretamente a gestão interna dos seus pneus. No entanto, para maximizar esta mais valia é fundamental ter recursos humanos adequados, apoio técnico por parte do fornecedor e uma “ferramenta” complementar em termos de software.

A Tiresur acredita que a gestão de pneus pesados pode ser feita pela própria frota. Só que para o fazer, é necessário que haja alguém na frota com conhecimento/formação técnica, que possa conceber um plano de gestão dos pneus. Essa é a grande dificuldade que as frotas têm. Daí que muitas das frotas de referência no panorama nacional prefiram passar essa “responsabilidade” aos profissionais de pneus. Neste sentido, também todos os fabricantes oferecem soluções de gestão de pneus que colocam à disposição das frotas de pesados.

Para S. José Pneus, a gestão de pneus pesados em outsourcing foi a solução que algumas transportadoras encontraram para poder garantir custos fixos na gestão da frota. No entanto, uma gestão cuidada da parte de cada transportador, com a necessária assessoria técnica por parte do agente/fornecedor, continua a ser a solução mais económica para a gestão das frotas, nomeadamente das pequenas e médias.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com