Tecnologia da suspensão de rodas

02 - Tecnologia da suspensao de rodas

O componente que maior importância tem no conforto e na condução, é o pneu. Por isso, é importante explicar ao cliente as alterações que ocorrem no desempenho do veículo quando chega a altura de substitui-los

O chassis de um automóvel é mais do que apenas a soma das suas partes. Tudo, desde o casquilho superior do amortecedor, passando pela superfície de contacto do pneu, está desenhado para trabalhar em conjunto como um só sistema. A alteração do design ou do material, assim como apenas o ajuste de uma das peças, poderá ter um impacto sobre a travagem e a condução do automóvel, já para não falar na sensação que o automóvel transmite durante a sua deslocação.

O componente que maior impacto tem no conforto e na condução, é o pneu. Claro que já sabe disso e quando os clientes substituem os pneus originais por outros diferentes, confiam em si para que lhes comunique o que esperar dos seus novos pneus. As normas de Classificação de Qualidade de Pneu Uniforme (UTQG*) oferecem alguma informação muito específica num formato simples de explicar. Mas quando o seu cliente deseja que instale pneus não originais, as alterações resultantes no desempenho do veículo, caso existam, poderão ser difíceis de prever.

Tal não significa, no entanto, que sejam difíceis de explicar ou prejudiciais para o desempenho do veículo. Aqui fica uma análise, com ilustrações simples, da tecnologia da suspensão e das rodas, que poderá utilizar para ajudar os seus clientes a compreender a forma como a dimensão das rodas de um veículo tem influência sobre o conforto e a condução. E ainda quão satisfeitos ficarão com rodas que correspondam ao equilíbrio original.

Para ler todo o artigo clique aqui.