Michelin desenvolve materiais sustentáveis para pneus MotoE

05 - Michelin desnvolve materiais

Por esta mesma altura do ano passado, a Michelin anunciou que eram sustentáveis 33% e 40% dos materiais utilizados para construir, respetivamente, os seus pneus dianteiros e traseiros para o Campeonato FIM MotoE World Cup

Para a temporada de 2022, os especialistas da empresa francesa foram bem sucedidos no aumento dessa proporção para 46% no caso do pneu traseiro, o que representa uma média ponderada de 40% com base no peso dos pneus dianteiro e traseiro. Estas cifras está perfeitamente alinhadas com o objetivo do Grupo, de alcançar, em 2030, uma média de 40% de materiais sustentáveis em todos os pneus que sejam comercializados a partir dessa data.

A melhoria alcançada em MotoE foi obtida, principalmente, através do incremento das quantidades tanto de borracha natural como de negro de carbono regenerado, um material disponibiizado pela empresa Enviro, parceira da Michelin, que emprega um inovador proceso de pirólise para reciclar os pneus no final da sua vida útil.

Adicionalmente, a Michelin utiliza uma ampla seleção de outros materiais de base biológica ou reciclados para produzir os seus pneus de MotoE, incluindo:

  • Casca de laranja e de limão
  • Resina de pinheiro
  • Óleo de girassol
  • Aço recuperado

Utilização de materiais sustentáveis para pneus fundada em princípios estritos

A utilização de materiais sustentáveis para a conceção e produção de pneus Michelin é guiada por uma serie de princípios inabaláveis:

  1. Sem detrimento do progresso permanente em termos de qualidade ou performance. Ao incrementar a proporção de materiais sustentáveis utilizados para fabricar os seus pneus, a Michelin não reduz nenhum outro fator de qualidade, o que significa que padrões fundamentais, como segurança, performance e longevidade, não são afetados. Podem, inclusivamente, ser melhorados.
  1. O compromisso de que a incorporação destes novos materiais resulta numa melhoria global da pegada ambiental do pneu em todos os estágios do seu ciclo de vida, a sua conceção e fabrico, até à sua utilização e reciclagem.
  1. A disponibilidade destes materiais no mundo real é tida em conta para garantir a sua implemantação, em larga escala, em todas as gamas comercializadas pela Michelin.

Os pneus Michelin para MotoE são a ilustração perfeita de como os princípios anteriores são aplicados, dado que a sua performance e o seu impacto ambiental, ao longo do seu ciclo de vida, foram melhorados em paralelo com o aumento da utilização de materiais sustentáveis.

Os princípios defendidos pela Michelin são fatores diferenciadores determinantes no que respeita à sua estratégia de materiais sustentáveis, a qual, por sua vez, vez contribui para uma visão muito mais abrangente, que vai da preservação dos recursos naturais, do combate contra as alterações climáticas e da proteção da biodiversidade, ao desenvolvimento de pneus verdadeiramente “Tudo Sustentável”.

A Michelin ambiciona melhorar de forma sustentável a mobilidade dos seus clientes. Líder do sector do pneu, a Michelin concebe, fabrica e distribui os pneus mais adaptados às necessidades e às diferentes utilizações dos seus clientes, assim como serviços e soluções para melhorar a eficácia do transporte.