Pirelli Cinturato celebra 70 anos e mantém-se fiel aos seus atributos históricos

Pirelli Cinturato celebra 70 anos e mantém-se fiel aos seus atributos históricos

A gama Pirelli Cinturato comemora o seu 70.° aniversário. A sua história está intimamente relacionada com a massificação da mobilidade e, ao dia de hoje, já está preparada a estreia do último Cinturato P7, que irá beneficiar de sete décadas de desenvolvimento tecnológico contínuo.

Os pneus Cinturato são, também, os mais versáteis da Pirelli Velo e foram, recentemente, incorporados nas e-bikes Cycl-e Around, programa de bike-sharing projetado para promover a mobilidade sustentável.

Mas não é tudo, com o desenvolvimento de pneus capazes de se conectarem à rede 5G a decorrer a um bom ritmo, também o novo Cinturato P7 se prepara para reforçar o futuro da mobilidade e das cidades inteligentes.

O novo Cinturato P7 vai colocar em evidência as prioridades principais da vida quotidiana dos condutores: segurança e eficiência. Após um longo e intenso programa de investigação e desenvolvimento, os engenheiros da Pirelli concluíram um produto que condensa a mais alta tecnologia e resolve algumas questões tradicionalmente associadas aos pneus, muitas delas derivadas de requisitos aparentemente contraditórios, como conseguir um pneu com bom desempenho em piso molhado e, ao mesmo tempo, com uma baixa resistência ao rolamento.

Este é o resultado direto da tecnologia “escondida” no novo P7, que trará vários benefícios tanto para condutores como para fabricantes de automóveis. Este novo produto para veículos premium herda o desempenho sobre asfalto seco do seu antecessor, melhorando ainda mais a performance em piso molhado e a resistência ao aquaplaning.

A travagem neste tipo de condições também evolui consideravelmente, sendo que serão precisos menos quatro metros para parar o veículo de 100 a 0 km/h. As inovações introduzidas pelos engenheiros da Pirelli também se traduzem num grande progresso ao nível do conforto acústico (graças ao menor ruído de rolamento) e no conforto durante a condução (com uma capacidade superior de absorver solavancos).

A eficiência também sofreu, segundo a Pirelli, melhorias surpreendentes, com um aumento de 6% de quilometragem, uma redução de 12% na resistência ao rolamento e uma redução de 4% no consumo de combustível (aplicando o ciclo WLTP).

O novo P7 também vai beneficiar das especialidades tecnológicas de mobilidade ampliada da Pirelli, Run Flat e Seal Inside, e incorporará uma versão Elect, marcação que distingue os pneus da marca com tecnologia específica para modelos elétricos e modelos híbridos plug-in.

O novo Cinturato P7 será ainda parte integrante do programa de investigação “Cyber” da Pirelli, que já colocou a empresa italiana numa posição de pioneira mundial, depois conseguir conectar um pneu à rede 5G.

Esta tecnologia está, atualmente, em desenvolvimento, mas já existe com uma aplicação ao virar da esquina. A Pirelli tornou-se, assim, na primeira empresa mundial capaz de partilhar os dados recolhidos por pneus inteligentes com recurso à rede 5G, aproveitando o facto de os pneus serem o único ponto de contacto entre o veículo e a superfície, alertando os utilizadores sobre possíveis situações de risco, como o aquaplaning.

Num futuro próximo, a infraestrutura de telecomunicações 5G processará todos esses dados provenientes dos veículos e alertará os utilizadores sobre possíveis situações de risco, melhorando diretamente a segurança.

Desta forma, aumenta a importância do pneu como ferramenta de comunicação, que terá um importante papel na melhoria de todo o ecossistema de transportes, ao mesmo tempo que contribuirá, ativamente, para o futuro da mobilidade e dos sistemas de condução autónomos.

Notícias da mesma categoria

Pirelli Cinturato celebra 70 anos e mantém-se fiel aos seus atributos históricos

Do mesmo Autor: Bruno Castanheira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com